Assumir e viver com os cachos

 

Quem tem cabelos cacheados sabe que não tem cabelo, mas sim uma entidade com vontades próprias morando sobre a sua cabeça. É assim: um dia você acorda com cachinhos angelicais, ordenados e perfeitos; no outro, parece que um animal raivoso subiu até as suas madeixas e fez uma desgraça sem par no universo. Ainda assim, você precisa sair de casa e seguir a vida, como se nada tivesse acontecido.
Para que você consiga minimizar os desastres, separamos alguns conselhos que precisam ser seguidos todos os dias, para quando o “animal raivoso” chegar, as coisas não ficarem tão ruins. Assim, você poderá sair de casa com toda a dignidade que merece ter.
O primeiro passo é sempre manter seus cachos hidratados. É claro que existem outras prioridades que vão impedi-la de ir toda semana ao salão para fazer as hidratações e nutrições profissionais. Ainda assim, você pode cuidar disso de forma gradativa, enquanto lava o cabelo. Por isso, escolha o combinado perfeito de shampoo e condicionador para garantir a saúde das suas molinhas.
Depois de lavados, seus cabelos precisam de um pouco de carinho. Prove seu amor e não exagere no creme de pentear, também conhecido como leave-in. Agora você pode desembaraçar com um pente de madeira, daqueles com dentes largos. Assim você evita aquele arrepiado desagradável que acontece quando você usa pentes de plástico e gera estática. E lembre: esse é o único momento do dia em que você vai pentear seus cabelos.



 
Como secar?
 
Se você puder deixar seus cachos secarem naturalmente, ou seja, sem secador, é melhor. Afinal, você evita que eles “fritem” com o calor. Mas se não houver escolha, use sempre o difusor. Do contrário, as suas pontas ficarão em ruínas. Outro detalhe importantíssimo nessa hora é lembrar-se de secar sempre de cima para baixo, do contrário você terá mais volume do que precisa na sua cabeleira.
Caso você perceba que precisa modelar melhor algumas mechas, use o babyliss para deixar seus cachos como eles devem ser. Do contrário, a ideia é deixar com que eles se formem normalmente ou então, se você preferir, pode enrolar algumas mechas nos dedos sem apertar muito. Isso ajuda a formar cachos com aquela aparência natural.
 
E os cortes?
 
Chegamos a um assunto bastante delicado que muitas vezes acaba frustrando as donas do cacheado. Nem sempre as pessoas reparam que fazemos e até encontrarmos um tipo de corte que consiga atender todas as nossas expectativas, leva tempo. Por isso, você precisa ter em mente algumas coisas que podem ajudar muito na hora de definir qual vai ser o novo formato do seu cabelo.
Para quem tem cabelos fininhos, o recomendado é procurar fazer cortes repicados, que criem e valorizem as camadas do cabelo. Isso resulta em mais volume para os cachos – o que é muito importante para dar aquele jeitão despreocupado dos cabelos encaracolados.
 
 
 
Contudo, quando o volume já é uma constante na sua vida, prefira cortes com camadas leves e pontas desfiadas – isso ajuda a manter o controle da situação. O ponto é fugir dos fios retos, daquele volume estranho e indefinido que insiste em aparecer quando o cabelo está sem corte.

Cremes, a polêmica

Você já ouviu dizer que o único jeito de viver bem com os cachos muito bem controlados é usar cremes para pentear. A verdade é que o excesso desses cosméticos pode acabar com os seus cabelos, além de comprometer o seu visual. Afinal de contas, não é nada bonito ver aquele cabelo todo “lambido” cheio de creme, não é mesmo?
O segredo é evitar ao máximo passar cremes, óleos e afins nas raízes. A quantidade também é algo muito importante. Recomenda-se que você não passe mais do que o equivalente ao tamanho de duas moedas de 1 real, se o seu cabelo for muito comprido.
Apesar de seco, o cabelo cacheado tem óleos naturais na sua raiz. O problema é que esse óleo não chega à extensão e às pontas, por causa das “voltinhas” que o fio dá. Como não é possível pentear a seco como se faz com os cabelos lisos, fica tudo concentrado na raiz. Por esta razão, não devemos passar cremes tão perto do couro cabeludo.
Produtos naturais, seus melhores amigos
Apesar de existir uma gigantesca variedade de produtos sintéticos cheios de substâncias que nutrem e dão brilho ao cabelo, nada substitui o efeito das sementes, folhas e frutas. As máscaras de aminoácidos do trigo, cremes à base de manteiga de karité ou de abacate são alguns exemplos de produtos que fazem muito bem aos seus cachinhos.
Ainda que os produtos naturais costumem custar um pouco mais do que os sintéticos, muitas vezes vale a pena economizar alguns tostões e investir em algo que realmente vai trazer resultados. O conselho aqui é procurar aquele produto que vai trazer maior hidratação e nutrição aos seus cabelos.
Não se engane. Não é tão fácil assim encontrar a linha de shampoos, condicionadores e leave-ins que vão fazer a sua cabeça de uma vez por todas. A única maneira de encontrar aquele que se ajusta perfeitamente ao seu cabelo ainda é testar e testar. No entanto, contar com a ajuda de um especialista é sempre bom e pode economizar alguns bons trocados!

Crie um site com

  • Totalmente GRÁTIS
  • Centenas de templates
  • Todo em português

Este site foi criado com Webnode. Crie um grátis para você também!