Para aliviar a tristeza

Resultado de imagem para happy tumblr

 

Outro dia li um texto falando sobre aquela tristeza que chega de vez em quando, do nada, meio sem avisar, e pega a gente de jeito. Quando a gente vê, já está mergulhada nela e nem sabe o motivo. O corpo fica meio adormecido, dá vontade de chorar, um desânimo monstro. O que fazer nessa hora? Eu tenho uns truques para curtir um pouco o bode e, por outro lado, me lembrar de como é bom aproveitar com calma as pequenas coisas boas da vida.

 

Uma listinha das coisas que me deixam mais feliz:

 

- Tomar um banho morninho, bem devagar, fazendo um ritual de beleza: banho de creme no cabelo, sabonete esfoliante nas pernas, óleo perfumado pelo corpo. Se der pra colocar uma musiquinha relaxante de fundo, ainda melhor.

 

- Colocar uma roupa molinha, fazer uma xícara de chá bem quente (com umas gotinhas de limão ou um toque de canela), e se jogar na frente da tevê vendo um filme da sessão da tarde.

 

- Com a mesma roupa molinha e a mesma xícara de chá, deitar na cama arrumadinha e cheia de almofadas e ler aquele livro que você queria há meses. Se o sono bater, pode deixar o livro cair da mão e se entregar inteiramente a uma soneca (mas acorde antes de escurecer, ou o bode só aumenta).

 

- Se o dia for de sol, sair caminhando pelo bairro: entrar na padaria, na verduraria, nas lojinhas. Parar em um café, pedir uma bebida e um pedaço de bolo e comer sem culpa, observando a vida passar na calçada.

 

- Ir ao shopping e usar aquela sua economia pra comprar alguma coisa que você se encante, na hora, mesmo sem estar precisando muito.

 

- Fazer uma limpeza no quarto: reorganizar gavetas, limpar armário, separar as roupas que já não usa mais. Quando tudo tiver arrumado, jogue um perfume de ambiente, pra com um cheirinho gostoso!

É como se fosse uma terapia de um dia: pra lembrar que a vida é boa, que eu sou feliz e que sei viver com alegria. Já tentou?

Mas, atenção, se essa tristeza cismar em não passar, e permanecer por semanas a fio, vale a pena conversar com a sua mãe. Tristeza persistente, forte e sem nenhuma razão aparente pode ser sinal de depressão. Nesse caso, faça toda a lista aí de cima, mas não deixe de pedir ajuda: um psicólogo pode te ajudar a sair dessa.

Crie um site com

  • Totalmente GRÁTIS
  • Centenas de templates
  • Todo em português

Este site foi criado com Webnode. Crie um grátis para você também!